Halloween, Dia das Bruxas, Dia dos Mortos, ou como você queira chamar. Sempre foi uma festa que gostei muito, apesar de não fazer parte da cultura brasileira. Quando eu era criança e eu via nos desenhos/filmes as crianças indo de casa em casa dizendo "doces ou travessuras" eu ficava morrendo de vontade de fazer aquilo também. Masssssss como não podemos ter tudo o que queremos....
     Felizmente tive meu sonho realizado e em 2013, durante meu intercâmbio para o Canadá, eu vivi o Halloween! E posso dizer que foi maravilhoso, viu? Eu ganhei tanto doce, mai tanto doce, que em janeiro de 2014 eu ainda tinha um monte e tive que jogar fora, porque já tava bem ruim, né? aushaudhush
     Aqui no Brasil não temos o "trick or treat" (não que saiba, né), mas temos as festas! Aliás, adooooro uma festa à fantasia, amo quando me convidam pra alguma. Eu já até fiz uma festa de Halloween, em 2014, mas fiquei sem tempo de planejar uma outra desde então. Mesmo assim, como sou a loka da música e tenho playlist pra tudo, não podia faltar uma pro Dias das Bruxas, né non?Nessa que eu fiz tem de tudo, desde as mais atuais até as clássicas, e muitas faixas animadas pra dançar MUITO! Minhas favoritas:

BANKS



Fleetwood Mac



Nero



     E aqui está a playlist. Escute, compartilhe e salve no seu Spotify Beijos :*



     A escola ensina algumas coisas realmente importantes que nos fazem crescer intelectualmente: português, história, ciências, matemática, inglês, etc. Também ensina a importância da atividade física, bem como noções básicas de problemas de saúde. Mas sabe uma coisa que nossos professores não ensinam? Aquelas coisinhas básicas que vamos precisar ao longo de toda a vida.
     Claro, existem escolas que têm aulas de economia doméstica, aulas sobre vida sexual, entre outras coisas. Mas isso não é tão comum. Isso quer dizer que a maioria das pessoas vão se formar no ensino médio sabendo várias equações matemáticas e literatura clássica, mas sem o mínimo de conhecimento sobre como gerenciar finanças pessoais, etc. OK, você pode até argumentar que a escola não é o lugar para esse tipo de "lição", mas, independente disso, uma coisa é certa: há, sim, coisas que toda garota deveria saber antes dos 18 ou antes de sair de casa.
     A ideia do post de hoje foi tomada depois que vi uma pergunta em um site que gerou um boa discussão. Se quiser ver, é só clicar aqui. Se quiser continuar lendo o post, clique em leia mais.

Leia mais »



     Acho que ainda não falei sobre nenhuma série aqui, e como ultimamente tenho expressado muito meus pensamentos aqui, vou mudar um pouquinho o foco hehe. Por isso, resolvi falar de uma série MARAVILINDA que, apesar de eu não acompanhar desde o começo, sou super fã!

     Com certeza há muitas razões para assistir Game of Thrones, uma das séries mais populares da HBO. Baseada no romance de George R.R. Martin, As Crônica de Gelo e Fogo, incrivelmente interessante e sombrio, a sitcom com certeza irá capturar sua atenção e deixá-lo experimentar o mundo imaginário onde "finais felizes" não acontecem tão facilmente...
     Com seus cavaleiros, dragões, reis e castelos, GOT começa como uma fantasia medieval normal, no entanto, toma um rumo diferente, mostrando que ninguém pode se considerar seguro enquanto o Jogo dos Tronos está acontecendo!
     E se você precisa de um bom motivo para assistir Game of Thrones e juntar-se a sua grande legião de fãs, continue lendo porque trouxe CINCO boas razões para isso. Enjoy!

Leia mais »



     Eu não posso acreditar que estamos prestes a começar um novo ano, de novo!!!
     É muito louco pensar que o 2016 está prestes a terminar.
     Parece até que semanas atrás eu estava andando pelo centro da cidade, vendo todas aquelas lojas enfeitadas, os supermercados com promoções de vinho e champanhe, comprando uma nova agenda, me sentindo ansiosa e cheia de sonhos e planos para 2016.... e agora já é outubro!!!!

     Pensar sobre isso me levou a questão: o que devemos fazer com este último trimestre do ano? Aquele trimestre menos inspirador, menos produtivo e mais fácil de negligenciar?

Leia mais »



     Crescer. Eu nunca tinha parado pra pensar onde eu iria morar quando fosse pra faculdade, mas achava que meus amigos e eu íamos acabar na mesma cidade, perto uns dos outros, e todos nós iriamos sair nos fins de semana e nos divertir juntos. Mas a vida não é como imaginamos... A maioria dos meus melhores amigos do ensino médio estão estudando em João Pessoa, enquanto eu (e mais três) estamos em Recife. E como cada um constrói sua vida do jeito que acha melhor, não acredito mais que um dia chegaremos a morar na mesma cidade. É uma realidade triste, mas a amizade não vai acabar por causa disso!

VISITAS
     Como meu grupo de amigos é do interior de PE e a maioria (com exceção de três pessoinhas) moram/moravam na mesma cidade, sempre que estamos por aqui (mesmo que não sejam todos) nós marcamos algum programinha (filme, passeio, sorvete...). Temos também os encontros oficiais, que são os que acontecem no São João e Natal e marcamos um dia pra que todos possam participar. Além disso, pelo menos uma vez no ano, a galera de JP vem nos visitar em Recife, e depois é a nossa vez de ir pra lá. Parece meio complicado, mas tá funcionando, viu? A rotina já se estabeleceu e estamos cumprindo-a certinho ;)

MENSAGENS E WHATSAPP
     Sabem como é vida de universitário, né? Uma loucura! Nossos horários são super diferentes e as vezes quando eu tenho tempo pra parar e conversar, o outro coleguinha não tem. Minha solução? Mensagens de voz! Qualquer novidade ou desabafo eu já abro o chat e vou logo gravando um áudio. E tem também os grupinhos do Whatsapp, né galere? Facilitam muuuuuito nossa vidinha. Sempre tem um ou dois online e aí, quando quero relaxar, vou lá e começo a falar qualquer besteira (nem sempre tenho assunto) e a farra começa hehe.

SKYPE & VINHO
     Isso aqui eu faço com minha amiga que fiz no intercâmbio, quando fui pra o Canadá. É a nossa atividade f-a-v-o-r-i-t-a. Nos falamos sempre por Whatsapp, mas, uma vez nos mês, nós fazemos um jantar, compramos o vinho e passamos horas e horas no Skype fofocando e rindo. Eu não sou de beber muito não, viu? É uma taça ou outra, massssssss me divirto bastante com minha amiga grogue depois de duas horinhas "skypiando" em compensação, como muito, porque né. A gente se sente como se estivéssemos no mesmo lugar!

FOTOS
     Eu sou uma grande fã de fotos. Quando estou caminhando ou indo para algum lugar e vejo algo engraçado, ou quando preciso escolher uma roupa para alguma ocasião, eu tiro foto e mando para meus amigos (eles fazem isso também). Isso faz com que eu me sinta mais envolvida com eles e as vezes é melhor do que ligar ou enviar uma mensagem. Snapchat ajuda muito nisso. Pode ser uma selfie boba, mas ver a pessoa que você gosta faz toda diferença. 

PEQUENAS ATUALIZAÇÕES
     Sabe porque faço tudo isso? Porque acho melhor contar sobre meu dia-a-dia para meus amigos do que nos falarmos de mês em mês. Acho que esse contato mais diário nos deixa mais próximos um do outro. Nos sentimos parte da vida um do outro e acredito que é isso que tem nos mantido tão unidos mesmo depois de dois anos do fim do ensino médio. 

Como você mantém o contato com seus amigos que moram longe? Vamos trocar experiências! 




     Viver nessa época do Instagram e do Photoshop faz com que muitas vezes, a gente se pegue comparando o nosso corpo com os de outras meninas/blogueiras/modelos. Muitas gente fica até com vergonha do próprio si mesma! digo isso porque conheço uma galera assim Você abre seu feed e é bombardeada por fotos com modelos sem nenhuma celulite e bogueiras fitness com um abdome super sarado. E mesmo que as coisas estejam mudando - destaque especial para Ashley Graham e Adele que provam que todos os tipos de corpos são lindos - ainda é difícil manter uma imagem corporal positiva 24/7. Até minhas amigas que tem belos corpos saudáveis que eu considero "perfeito" lutam para se sentirem felizes e orgulhosas como são.
     Começar a ter uma imagem positiva de si mesmo não acontece da noite, mas alguns hábitos que gosto de exercitar quando me sinto pra baixo:

COLOQUE SUA MENTE EM UM BOM LUGAR
     Para mim, sentir-se bem, no geral, resulta do meu estado de espírito. Se eu estou estressada, cansada ou chateada com alguma coisa, eu sei que depois vou começar a ficar triste e achar "defeitos" no meu corpo. Por isso, eu faço de tudo para me manter alegre, não só pelo meu corpo, mas pela minha sanidade também, né? Sempre tento criar uma rotina tranquila pra mim, escutar músicas, dançar, assistir algo que eu goste (principalmente quando estou estressada, geralmente com coisa da faculdade), dormir... isso me ajuda a me sentir sempre de boas hehe.

EQUILIBRE O NEGATIVE COM O POSITIVO
     Estar ciente dos meus pensamentos é crucial pra mim. Se eu começo a sentir vergonha de algo no meu corpo, eu imediatamente paro e penso em três coisas que eu amo nele. E eu realmente paro mesmo! Não digo coisas que me vêm rapidamente não, eu fico meditando sobre outras coisas mais, que não costumo notar muito.
     Os pensamentos negativos são total perda de tempo, então é bom começar a se elogiar. Colocar a mente pra pensar de forma positiva pode fazer a diferença.

RECOMPENSE SEU CORPO
     Sempre procuro fazer algo para meu corpo se sentir bem. Isso pode ser Yoga (Youtube tá aí pra isso :3), uma caminhada, um banho demorado, uma massagem, uma dança (quem não se sente bem dançando?). O que quer que faça seus músculos sentirem-se bem é uma maneira de dar o amor merecido a si mesma.

COMA COISA SAUDÁVEIS
     Eu sempre procuro me alimentar bem, mas isso não quer dizer que eu seja obcecada por dietas sem carboidratos, dietas da lua, essas coisas. Basicamente eu como de tudo. Mas claro que esse "tudo" não envolve comer besteiras sempre, até porque eu não troco meu feijão com arroz por nada nesse mundo. Até para o lanche eu busco comer sanduíches naturais, e eu sempre me sinto bem comendo essas coisas. E sim, eu ainda compro sobremesa, porque a minha versão de dieta saudável consiste em equilíbrio!

LIMITE SUAS MÍDIAS SOCIAIS
     Se você se sente especialmente para baixo, a melhor coisa a fazer é dá uma pausa nas redes sociais. Não é nada legal ficar se comparando com essas modelos da internet, né non? Tente colocar as dicas acima em prática até que você volte a se sentir bem ;)


Como você lida com o seu corpo? Adoraria saber! Comente aqui em baixo. Beijos :*




     MEDO.
     É uma palavra de quatro letras que significa algo diferente para todos.

     Ninguém é totalmente livre do medo, e a definição dessa palavra muda de pessoa para pessoa. Algumas pessoas têm medo do escuro, algumas de aranhas, outras de altura... apesar de todas essas coisas criarem um mal estar na nossa vida, meu maior medo esses dias tem sido de não ser suficiente.

     Marianne Williamson disse: “Nosso maior medo não é sermos incapazes. Nosso maior medo é descobrir que somos muito mais poderosos do que pensamos.” É uma frase bonita e devo concordar com ela, mas sei que não posso seguir ativamente esse pensamento. Meu medo de fracassar é real. Meu medo de não viver até o meu potencial me sufoca. Meu medo de deixar os outros para baixo me oprime.

     Quando isso acontece, eu congelo, duvidando de mim mesma e minhas escolhas (ou falta de opções). As vezes eu invejo as pessoas espontâneas que fazem escolhas com base em suas emoções, que vivem livres do medo e da dúvida. Eles sempre parecem se divertir mais, ter mais aventuras e viver mais, embora eu tenha certeza que esse modo de vida abriga mais algumas consequências do que aparenta.

     Eu acho que de vez em quando o meu medo de fracassar me limita. Talvez eu não tenha amadurecido em certas áreas da minha vida porque eu tive medo de assumir muitos riscos. Pergunto-me se eu mesma não causei meus sentimentos de impotência, porque limitei minha capacidade de crescer. Talvez eu sinta que não sou suficiente porque o meu medo não me permitiu ser realmente suficiente.

     Eu amo a ideia de Marianne sobre nossa capacidade de ser pessoas poderosas, fortes e bem sucedidas. Em vez de olhar para os meus medos como limitações, eu preciso pensar neles como desafios a superar e lembrar que eu sou apenas tão limitada quanto eu me permito ser.

     “Vivemos nos perguntando: quem sou eu, que me julgo tão insignificante, para aceitar o desafio de ser brilhante, sedutora, talentosa, fabulosa? Na verdade, por que não? Procurar ser medíocre não vai ajudar em nada o mundo ou os nossos filhos.  Não existe nenhum mérito em diminuir nossos talentos, apenas para que os outros não se sintam inseguros ao nosso lado. ” E Marianne tem razão. Vamos seguir adiante permitindo que a nossa luz brilhe intensamente. O medo é tão forte quanto nós permitimos que ele seja. “Eu sou o suficiente, eu tenho o suficiente, eu faço o suficiente! ”1

1Alexis Jones



     A nova série original da Netlfix “Stranger Things” provavelmente já deve ter aparecido no seu Queue uma ou duas vezes e, se você for como eu, deve ter ignorado haha. Mesmo quando eu considerei assistir, a descrição me pareceu tão vaga e ruim que não me despertou interesse. Ao longo dos últimos dias, o feed do meu Facebook foi bombardeado com notícias e fotos dessa série. Então ontem eu resolvi assistir e hoje de manhã terminei o oitavo e último episódio. E adivinhem? Sucesso total! Gostei de verdade.
     Stranger Things é uma das melhores produções originais da Netflix, na minha opinião, e aqui estão oito razões pelas quais você deve assistir e se juntar a mim e a outras milhares de pessoas que já viraram fãs da série.

Leia mais »


     Olá todo mundo! Faz tempo que não posto nada, né? Meu computador havia quebrado e eu comprei outro, então só pude escrever aqui agora haha! Mas enfim a vida...
     Então, quem aí não curte uma tattoo? Acho que quase todas vocês gostam, né? Eu meio que ainda tô passando por um bloqueio e tô sem ideia de posts, mas ontem tava conversando com uma amiga via skype e ficamos olhando umas tatuagens, daí resolvi postar aqui.

Leia mais »



     Oi todo mundo! Faz tempo que não posto aqui, né? Passei os últimos dias das férias assistindo Arrow e essa semana começaram as aulas, então meio que fiquei sem tempo. Mas eu tô de volta0/ Hoje trouxe uma dica de filme para vocês hoje. Fim de semana chegou e nada melhor do que um bom filme pra assistir, não é? Por isso hoje vou resenhar Mesmo Se Nada Der Certo, um filme muuuito encantador e tenho certeza que todas vocês vão se apaixonar assim como eu. Prontos?

Leia mais »



     Olá pessoas, como estão? Bem, há muitas tendências que tem me deixado animada ultimamente, mas hoje vim falar sobre as saias de camurça. Eu comecei a ver essas saias em tons de marrom claro, marrom escuro e em outras cores nos perfis do Instagram de várias blogueiras que curto. A camurça bombou no inverno mas também está em alta nesse verão, ainda que seja um tecido "quente".
     Mesmo sendo uma peça pesada, dá pra combiná-la com muita coisa: salto alto, camisas jeans, blusas com cores neutras ou coloridas, croopeds, rendas e muitas outras opções. Se você pensa em investir em uma saia de camurça, eu separei 20 dicas para postar. Clique em leia mais e confira!

Leia mais »



     Oi meninas, tudo bem? Vocês já assistiram a série Demolidor na Netflix? Se não, você definitivamente deve adicionar o seriado a sua lista! Terminei a primeira (e até agora única) temporada hoje e posso dizer que a história é brilhante, com certeza uma das melhores produções da Marvel para a TV.  Se você ainda não está convencida, apresento cinco motivos (sem spoilers) para você assistir e virar fã. Let's read?

Leia mais »




     No dia 13 desse mês estreou na Netflix a série Shadowhunters, baseada na série de livros Os Instrumentos Mortais, cuja autora é Cassadra Clare. Diga-se de passagem, eu nunca li nenhum deles (mas vou ler logo logo), mas, pelo o que eu pesquisei, são seis livros do gênero fantasia e o último foi lançado em 2014.
     Mas, voltando a série, toda semana tem um episódio novo e, até agora, foram lançados três de doze, muito bons por sinal. O seriado conta a história da jovem Clary Fray que, no dia de seu aniversário de 18 anos, acaba presenciando um assassinato nada comum e, a partir desse momento, sua vida muda completamente.



Sinopse: Clary Fray é uma adolescente que, sem querer, descobre ser uma pessoa completamente diferente do que imaginava ser. No seu aniversário, Clary presencia um crime diferente, onde adolescentes com tatuagens estranhas são responsáveis por um assassinato. Antes que ela consiga fazer algo, os jovens se apresentam a ela como Caçadores de Sombras, responsáveis pela proteção do mundo sobrenatural, repleto de demônios, fadas, vampiros e lobisomens.



     Acho que quem leu os livros pode falar com mais propriedade sobre a série, mas eu não poderia deixar de dar minha humilde opinião também, já que a história me pegou de jeito!
     Logo quando fui assistir fiquei meio receosa, porque o único ator da série que conhecia era o Harry Shum Jr, que interpreta o feiticeiro Magnus Bane (que eu soube ser aclamado por aqueles que já leram os livros), mas até agora nenhum dos atores deixou a desejar. Cada uma parece que foi feito para o personagem, sabe?


     Com relação ao cenário e os efeitos também não tenho muito a reclamar. Foi tudo muito bem elaborado, com exceção do momento em que os demônios são mortos. Tem muito brilho, sabe? kkkkkk achei estranho, mas ok.
     Ahh, quase ia me esquecendo: meninas, têm muitos galãs na série, hein! Vocês não vão se decepcionar.


     Tô meio triste porque não sei mais o que falar da série, já que não li os livros eu não tenho uma opinião sólida, mas mesmo assim eu precisava escrever aqui sobre esse seriado, porque é realmente muito bom e eu acredito que muitos ainda não conhecem e já que está no comecinho fica fácil pra acompanhar. Tem episódio toda quarta, hein. Não vão esquecer!
     Vou deixar o trailer aqui em baixo e, por favor, comentem a opinião de vocês, tendo lido o livro ou não. Beijos :*


     Ei, não esqueça de me seguir a page do blog no Facebook, ok? Assim você pode acompanhar todas as novidades ^^



     Eu vou ser sincera com vocês: eu sou bem inteligente e sempre tiro boas notas, mas eu não era exatamente uma ótima aluna. Confesso que quase sempre sou bem desorganizada e não administro muito bem meu tempo. Acabo acumulando assuntos e fico frustrada porque as vezes minhas notas não refletem o quão capaz eu sou.
     Se tornar uma pessoa mais organizada pode ser um trabalho difícil (sim, eu entendo, porque estou tentando melhorar também :3). Pensando nisso, eu vim dar algumas dicas que venho seguindo desde o último semestre e que tem funcionando. Claro que uma mudança não vai acontecer do dia pra noite, mas com certeza, seguindo o que eu digo nesse post, você (e eu) vai se sair melhor do que no último ano.

USE UMA AGENDA
     Se você é desorganizada como eu, eu sei que é mais fácil dar esse conselho do que fazer haha. Mas não custa tentar, certo? Você pode usar uma agenda manual ou mesmo o seu celular ou tablet. O negócio é você se certificar de que está anotando todas as datas importantes e outras coisinhas em algum lugar. E lembre-se: é importante anotar até aquelas pequenas coisas que achamos que vamos lembrar depois. Porque? Adivinha? Você não lembra! Sei que é difícil, mas não desista, ok?

PLEASE, FAÇA PERGUNTAS AO SEU PROFESSOR!
     Isso é algo que eu lamento muito não ter feito tanto na escola, mas estou melhorando agora na faculdade. Se você está em dúvida sobre algo que o professor falou sobre o assunto, não importa o que seja, pergunte! Tire suas dúvidas. Às vezes a dúvida nem é só sua. Se você for extremamente tímida e não gosta de falar na frente dos colegas, fale com seu professor após a aula. O importante é entender tudindo. Ah, professores gostam de alunos que questionam. Rola até um pontinho ou outro no fim do semestre ;)

LEIA TODO DIA, FAÇA RESUMOS
     Os professores sempre passam várias páginas do livro ou gigantescas apostilas como assunto da prova. A menos que você seja um ninja, provavelmente não terá tempo de ler tudo em um dia. Minha dica é: leia em pedacinhos! Cinco páginas hoje, cinco amanhã... e assim vai. Até o dia da prova você terá lido tudo. E não esqueça de fazer resumos de acordo com o que o professor disse em aula, afinal, ter um resumo em mãos do que você leu evita que tenha que ler tudo de novo. Got it?


ORGANIZE SUAS COISAS PELO MENOS UMA VEZ POR SEMANA
     Eu sei que é uma tarefa difícil se manter organizado 24/7, e eu sei que às vezes você só pega seus papeis e joga em qualquer canto da bolsa em vez de coloca-lo na pasta correta. Eu entendi, isso acontece, você é humano. Mas não custa nada gastar alguns minutinhos, pelo menos uma vez na semana, para organizar todo seu material, não é? Deixe sua playlist favorita tocando e comece a trabalhar! Você vai acabar encontrando algumas coisas que perdeu haha.

GET AWAY FROM YOUR PHONE!
     Faça isso. Apenas... faça! Coloque essa coisa longe de você, em outro quarto, no silencioso! Gente, eu sei que vocês vão entender quando eu digo que isso é viciante. A vontade que nos dá é passar horas jogando conversa fora com nossos amigos no WhatsApp, assistir séries na Netflix, navegar pelo Instagram e Tumblr, mas não dá pra fazer isso quando devemos estudar. É duro, eu sei, mas é apenas a realidade :(

DURMA
     Acho que todo mundo diz isso, mas como alguém que, por vezes, não tem uma noite adequada de sono, eu tenho que destacar a importância disso. Acredite, faz toda diferença! Seu corpo trabalha bem melhor, então tente, pelo menos, dormir por seis horas durante a noite.


GRUPOS DE ESTUDO
     Ok, sair com os amigos é ótimo, não é? Mas estudar com eles vale a pena? Não quer dizer que você não tem os amigos certos porque vocês não conseguem estudar juntos, o que acontece é que, naturalmente, vai rolar alguma conversa e vocês vão acabar se desviando do foco. Eu, particularmente, prefiro estudar em dupla do que em grupo. Eu e quase sempre Gabi estudamos juntas na biblioteca da faculdade. Isso funciona com nós duas e é muito bom, porque uma pode corrigir a outra. Bom, não posso dizer que, já que pra mim não dá certo, é furada estudar com os amigos. Claro que não. Só dei meu exemplo. Mas não sinta-se chateada por não participar daquele grupo de estudos que seus amigos estão formando, ok? Se vocês conversarem, eles vão entender.

NÃO FIQUE SE CULPANDO
   Ouça, às vezes você desiste de terminar seu texto de português e acaba acordando de madrugada para termina-lo. Às vezes você esquece de organizar suas coisas da escola. Às vezes você passa uma hora no celular em vez de fazer sua lição de matemática. Acontece! Você não vai se tornar um aluno melhor ou pior por causa de um escorregão. Basta reconhecer seu erro e tentar se disciplinar. Mas não pilhe com isso, ok?


     Agora que saber de você: o que faz para que o estudo seja mais produtivo e organizado? Me conte nos comentários, vou adorar ler. Beijos :*

     Ei, não esqueça de me seguir a page do blog no Facebook, ok? Assim você pode acompanhar todas as novidades ^^


     Eu sempre fui uma pessoa um pouco tímida, mas estou tentando melhorar isso. Eu prefiro jantar com meus amigos, assistir filmes ou tomar sorvete do que ir à festas, faz parte da minha personalidade. No entanto, de vez em quando, sou convidada para festas e eu tenho que aceitar. E, as vezes, agir como uma pessoa social é difícil... e acaba sendo um pouco estranho.
     Festas estão cheias de pessoas falando alto, indo de grupo em grupo, e eu não me sinto bem em grandes multidões, principalmente quando estou sozinha.
     Ultimamente eu tenho me socializado melhor com todo mundo, mas eu sei que nunca vou ser o tipo de pessoa que vive para festas. E eu estou bem com isso. Eu sei que muitos de vocês podem se sentir assim, então fiz um seleção de gifs que expressam muito bem como toda garota (ou qualquer pessoa) tímida se sente numa festa.

Leia mais »



     Conhece os meninos da foto acima? Não? Pois eles são os lindos que fazem parte da banda Pierce The Veil. Hoje vou estrear um nova categoria no blog: Resenha Musical, e nada mais justo do que apresentar a vocês uma das bandas favoritas. Conheci eles há uns dois anos e foi aquele amor a primeira vista <3
     Quer conhecer mais sobre eles? Continue lendo!

Leia mais »



     E aí, galeris! Acho que todo mundo aqui ta de férias, né? menos eu, mas ok provavelmente você está com bastante tempo livre, então porque não assistir um filme? Sei que todas vocês gostam de um cineminha caseiro, sempre é bom, né? Sexo sem Compromisso foi um dos filmes mais recentes que assisti e hoje vou falar um pouco dele pra vocês. Espero que gostem.

Lançamento: 18 de março de 2011
Com: Natalie Portman e Ashton Kutcher
Gênero: Comédia romântica
Sinopse: Adam (Ashton Kutcher) ainda sente o fato de ter sido chutado por Vanessa (Ophelia Lovibond), sua namorada por oito meses. Para piorar a situação, descobre que ela é a nova namorada de seu pai, Alvin (Kevin Kline), um astro da TV. Desejando esquecê-la e seguir em frente, ele fica bêbado e, em seguida, liga para todas as mulheres que tem no celular, no intuito de encontrar companhia. Quem responde o apelo é Emma (Natalie Portman), uma jovem médica com quem encontrou algumas vezes, anos atrás. Adam vai à casa dela e eles acabam transando. Como Emma não deseja ter um relacionamento sério, já que teme sofrer, propõe a Adam que se encontrem tendo o sexo como único objetivo. Ele topa mas, com o tempo, novos sentimentos florescem entre eles.



     Deixem-me começar falando que logo que o filme acabou eu quis assisti-lo de novo. É um filme bem light, divertido e apaixonante. Não tava botando muita fé nele não, porque li muitas críticas negativas na internet, mas a história me pegou de jeito.
     Emma e Adam se conhecem em um acampamento e, depois disso, muitos encontros casuais acontecem entre eles, antes dos dois se envolverem de verdade. É Emma quem propõe que, quando um precisar do outro, sempre se encontrem, mas apenas para transarem e nada mais. Ela impõe regras para que isso dê certo, mas com o desenrolar do filme, essa relação entre eles vai se tornando cada vez mais forte, principalmente com o Adam tentando conquistá-la a todo custo. E quem não se apaixonaria por esse fofíssimo personagem? 
     Achei o filme bem fofo e romântico, além é claro, de ter me arrancado boas risadas. Super recomendo o para assistir com amigos ou com o namorado, ou mesmo sozinha, como eu (acho até melhor, porque ninguém me atrapalha hehe). Só um avisinho: eu, particularmente, não achei que o filme tivesse nada de mais, mas eu não assistiria com crianças...


     Então, quem de vocês já assistiu? Gostaram? Contem nos comentários. Beijos :*


     Olá girls! Primeiramente peço-vos desculpas pela falta de post, mas é que eu estou realmente ocupada com as coisas da faculdade. Comecei o período mal e acumulei assunto, e agora estou realizando algumas finais, mas já estão acabando. Amém irmãos?
     Segundamente, o assunto do post: shorts de renda. Eu acho muito muito muito lindo esse tipo de short, mas toda vez que chego numa loja e vejo um, eu penso "com que diabos eu vou vestir isso?". Ontem fui fazer compras com minha mãe e mais uma vez me deparei com um desses shorts na vitrine, mas não comprei. Porém, dessa vez fiz algo diferente: cheguei em casa e fui procurar algumas fotos para que eu pudesse me inspirar. Separei as melhores e trouxe pra vocês. Vamos?

Leia mais »



     Praticamente tudo envolve tecnologia nos dias de hoje, até mesmo o bullying. O cyberbullying tem se tornado um problema cada vez maior, pois cada vez mais pessoas tem se comunicado através de textos ou mensagens online. Ao mesmo tempo em que a web é um lugar geralmente incrível, ela também pode ser um lugar terrível para qualquer um que já sofreu com o bullying online.
     Cyberbullying pode acontecer de várias formas, desde tweets até e-mails. As pessoas podem criar várias contas, fingir ser você, e até mesmo postar fotos embaraçosas ou incriminatórias dos outros. É realmente assustador! Há alguns anos não havia muito o que fazer contra o cyberbullying, porque realmente não era tão comum. Atualmente há políticas e leis para protegê-lo de intimidadores virtuais. Mas você também pode fazer algumas coisas para lidar com eles.

Leia mais »



     Oi todo mundo! Essa é minha primeira postagem no meu novo blog (sim, tive outro, mas fiquei desestimulada). Vim falar sobre esse livro maravilhoso chamado Carta de Amor aos Mortos, da escritora Ava Dellaira. Esse é sem dúvida um dos melhores livros que já li na minha vida e tenho certeza que vocês vão amá-lo, assim como eu. Vamos a review?

Leia mais »